Apple ameaça retirar aplicação da UBER da App Store

0 14

Houve um confronto entre Tim Cook e Travis Kalanick devido a problemas de espionagem por parte da Uber.


A história é contada pelo New York Times e parece que Travis Kalanick deu instruções para que a aplicação da Uber tivesse mecanismos para espiar os utilizadores. Todos que instalassem a aplicação e que por sua vez mesmo que a desinstalassem esse mecanismo funcionaria na mesma.

Tim Cook e a sua equipa de programadores descobriu e ameaçou Travis que iria retirar a aplicação da loja da Apple. Isto caso não retirasse tal mecanismo da aplicação. Tais ameaças fizeram efeito e o CEO da Uber mandou remover o mecanismo de espionagem da aplicação com medo de perder milhões de utilizadores com iOS.

travis-kalanick-uber-espionagem-apple

A Apple ainda não se pronunciou quanto a este assunto publicamente. A Uber por sua vez explica que tal mecanismo não serve para qualquer tipo de espionagem mas sim para deteção de frauldes.

 Comunicado da Uber 

«É uma forma típica de evitar que criminosos carreguem a aplicação Uber num telefone roubado, usem um número de cartão de crédito roubado, façam longas viagens e depois apaguem os dados todos do telefone – para voltarem a repetir todo o processo. Estas técnicas são também usadas para detetar e bloquear logins suspeitos e proteger as contas dos utilizadores»

Resumindo a aplicação da Uber utilizava uma ferramenta com o nome de Greybal. Que pode ser usada sem ser detectada e mostraria aos funcionários da Uber relatórios detalhados das atividades dos utilizadores causando assim falta de privacidade.

você pode gostar também Mais do autor